Quarto 4 Castigo

Castigo, No centro da Rua Velha fica situada a casa Mãe da Família Azevedo Mourão. Solar setecentista que ostenta uma artística pedra de armas na esquina direcionada para o antigo quartel dos Bombeiros de Mondim. Ao lado da monumental escadaria erguia-se uma exuberante capela barroca dedicada ao culto de São Faustino. O donatário da pedra d’armas era clérigo, cónego da Sé de Lisboa, conselheiro real e tinha adoptado o nome religioso de Frei José de São Bernardo Mondim aquando da sua ordenação. As proprietárias da “Casa das Mourôas” pertenciam á referida família e só deixaram a casa mãe quando ela foi vendida a um rico comendador regressado do Brasil. O comprador, que o povo tinha baptizado de “bicho”, pela sua arrogância e pelo seu azedume, ateu inveterado, mandou destruir a Capela barroca e queimar, na Rua Velha, as imagens que pontificavam no seu interior. Arderam todas menos a imagem de São Faustino. Curiosamente, o corpo do referido mártir também não tinha sido consumido pelo fogo quando foi supliciado, nos alvores da Cristandade, em pleno Circo Romano. O “Bicho”, inexplicavelmente, cegou dias depois. O nosso povo ainda continua a afirmar que foi um anátema que desceu sobre ele. Um castigo divino pela sua arrogância, pela sua insensatez e, também por ter ousado destruir património de Mondim de Basto. Os mais cépticos afirmam que se tratou de um problema de sífilis, ou então de diabetes. Seria???

A casa tem acesso à Cozinha, Sala de Estar, Piscina, Jardim e Bar. Inclui Recepção de Boas Vindas e Pequeno-almoço.

Fotos que caracteriza o quarto